17 e 18 de março de 2017

Universidade Federal de Juiz de Fora – Juiz de Fora – Minas Gerais

Sessão de Pôsteres

A organização do II Simpósio Internacional Mente-Cérebro agradece a todos os que enviaram trabalhos para a Sessão de Pôsteres. As apresentações serão distribuídas nos dois dias de evento (17 e 18 de março de 2017) no Instituto de Ciências Humanas da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Acesse a programação completa clicando aqui.

 

Trabalhos selecionados:

 

A importância dos fenômenos psíquicos para o projeto de psicologia de C. G. Jung. (Pedro Henrique Costa de Resende).

 

Análise discursiva de textos produzidos in vitam e alegadamente postmortem: um estudo da produção autoral de Bezerra de Menezes. (Heberth Paulo de Souza).

 

Considerações epistemológicas e metodológicas acerca da hipótese da sobrevivência após a morte. (Everton de Oliveira Maraldi et alia)

 

Diálogos sobre espiritualidade, vida e morte. (João Vitor Andrade; Mauricio de Oliveira Celeri).

 

EQM e a necessidade de novos conceitos e modelos explicativos de cérebro e mente. (Beatriz F. Carunchio).

 

Estudo de experiências anômalas em médiuns e não médiuns: prevalência, relevância, diagnóstico diferencial de transtornos mentais e relação com qualidade de vida. (Jeverson Rogério Costa Reichow; Wellington Zangari).

 

Fenômenos anômalos mentais e físicos de médiuns brasileiros: uma revisão da literatura científica. (Everton de Oliveira Maraldi et alia).

 

Kant e Habermas: Reflexões sobre o problema mente-corpo a partir de um naturalismo reduzido (Luis Marcos Ferreira) 

 

Mediunidade, psicopatologia e enfrentamento: um estudo longitudinal e transcultural. (Everton de Oliveira Maraldi; et alia).

 

Mudanças nas atitudes e posicionamento sobre a vida após Experiência de Quase Morte (EQM): Uma revisão sistemática. (Juliane Piasseschi de Bernardin Gonçalves; et alia)

 

O estudo científico das alterações e anomalias da identidade: implicações das pesquisas brasileiras. (Everton de Oliveira Maraldi et alia)

 

O módulo mental da espiritualidade. (Melquisedeque Oliveira de Castro).

 

O perfil religioso dos psiquiatras do Instituto de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (IPq) e sua relação com a abordagem da religiosidade na prática clínica. (Maria Cecilia Menegatti-Chequini et alia).

 

Replicação da pesquisa experiências psi na vida cotidiana, sua prevalência, relevância e associação com crenças e atitudes. (Bruna Constantino Batista; Fábio Eduardo da Silva;

Jeverson Rogério Costa Reichow).

 

Resposta Emocional de Pacientes à Terapia com Música na Hemodiálise: Uma Ferramenta de Humanização.  (Gabriel Torres de Castro Innocencio;  Carolina de Paula Orioli da Silva; Marcelo Francisco Coelho Innocencio; Vanessa Torres de Castro Innocencio).

 

Santa muerte: uma interpretação psicológica sobre a religiosidade marginalizada. (Mirella de Lemos Giglio).

 

Transtorno de Estresse Pós-Traumático: neurobiologia e relato de caso. (Furtado, A. O.; Almeida, A. L.).

 

 

 

SIMPÓSIO INTERNACIONAL - MENTE E CÉREBRO - 2016