17 e 18 de março de 2017

Universidade Federal de Juiz de Fora – Juiz de Fora – Minas Gerais

PROGRAMAÇÃO

17/3/2017

 

9h – Credenciamento

 

10h – 12h Cursos

 

1) Relevância das experiências religiosas/espirituais e métodos de pesquisa para o problema mente-corpo (parte 1)

 

Este mini-curso abordará diretrizes para pesquisas empíricas sobre experiências religiosas/espirituais e sobre o problema mente-corpo (PMC). Inicialmente, será discutida a importância da investigação empírica rigorosa das experiências espirituais para o avanço da compreensão do PMC. Posteriormente, será feito um panorama do histórico de pesquisas já feitas no tema. Finalmente, serão discutidas as principais armadilhas e diretrizes metodológicas para a realização de pesquisas rigorosas e frutíferas na área.

 

professor associado e Psiquiatria da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora-UFJF, é fundador e diretor do  NUPES (Núcleo de Pesquisa em Espiritualidade e Saúde da UFJF) . Coordenador das  seções em espiritualidade e psiquiatria da Associação Mundial de Psiquiatria  e da Associação Brasileira de Psiquiatria.  Currículo completo . 

Professor adjunto do departamento de clínica médica da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora; doutorado em Neurologia/Neurociências pela Universidade Federal de São Paulo/Escola Paulista de Medicina.  Currículo completo . 

Pesquisadora visitante do Núcleo de Pesquisa em Espiritualidade e Saúde (NUPES) da Universidade Federal de Juiz de Fora (Pesquisador Jovem Talento - Programa Ciência sem Fronteiras - CAPES); doutorado em Neuroimagem Funcional pela RWTH Aachen University (Alemanha).  Currículo completo .

 

2) Questões filosóficas na pesquisa sobre o problema mente-corpo (parte 1)

 

O mini-curso terá como eixo central a discussão de aspectos filosóficos relacionados ao problema da irredutibilidade da experiência subjetiva e suas consequências para a compreensão da relação mente-cérebro. Serão discutidas algumas teorias filosóficas e neurocientíficas contemporâneas da subjetividade.

 

P rofessor associado do Departamento de Psicologia da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e da University of West Georgia (USA); Diretor do NUHFIP (Núcleo de História e Filosofia da Psicologia Wilhelm Wundt) da UFJF. Currículo completo .   

Professor adjunto da Faculdade de Filosofia da Universidade Federal de Juiz de Fora, doutor em Ciência da Religião nas universidades de Juiz de Fora e Martin-Luther Universität Halle (Alemanha).  Currículo completo .

 

12h – 14h Almoço

 

14h – 15h30 Apresentação dos trabalhos premiados do Concurso de Ensaios sobre o Problema Mente-Cérebro - Júnior

 

Can Materialism Be Rationally Believed? (Felipe Miguel)
La fusion corporeidad-mente-cerebro (Fernando Gabriel Rodríguez)
Filosofia da Mente (Júlio Mazzoni)

 

15h30 – 16h Intervalo

 

16h – 18h Mesa

 

Problemas na abordagem da questão mente-cérebro na literatura psiquiátrica e de neurociência

 

- A questão cérebro-mente entre psiquiatras brasileiros

 

A presente exposição irá, na primeira parte, relatar dados de literatura sobre a percepção de psiquiatras brasileiros sobre a questão Mente-Cérebro e o impacto dela sobre a prática clínica. Na segunda parte serão discutidos esses resultados, suas implicações no atendimento aos pacientes, assim como a necessidade de orientação e treinamento desses profissionais. 

 

Professor Associado do Departamento de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), coordenador do Laboratório de Psicopatologia e Terapêutica Psiquiátrica (LIM23) do HC-FMUSP.  Currículo completo .

 

- O problema mente-cérebro nas principais revistas de psiquiatria

 

Será apresentada uma revisão sistemática sobre a apresentação do Problema Mente-Cérebro (PMC) entre 1995 e 2015 nos três periódicos de psiquiatria geral de maior fator de impacto no mundo. Identificamos 23 artigos discutindo o PMC, que foram escritos por autores de prestígio e receberam muitas citações (média = 130). Sem mais discussões ou evidências, tendem a apresentar o PMC como solucionado, o dualismo como uma ideia antiquada/supersticiosa e o fisicalismo como a única opção racional e empiricamente confirmada. Os poucos artigos sobre o PMC foram altamente citados, mas revelam distorções e um forte viés contra o dualismo e a favor de uma abordagem materialista/fisicalista para a psiquiatria. 

 

Professor Associado de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora-UFJF, é fundador e diretor do  NUPES (Núcleo de Pesquisa em Espiritualidade e Saúde da UFJF) . Coordenador das  seções em espiritualidade e psiquiatria da Associação Mundial de Psiquiatria  e da Associação Brasileira de Psiquiatria.  Currículo completo .

 
 - O Materialismo Como Visão de Mundo e Como Solução Para o Problema Mente-Cérebro: Limites e Impasses

 

O materialismo é uma  Weltanschauung . Como toda visão de mundo, ele tende a explicar tudo o que existe e acontece, incluindo a relação entre a mente e o cérebro. No entanto, apesar de prometer uma explicação completa da realidade há muitos séculos, a visão materialista apresenta muitos problemas, que vão desde a confusão conceitual até a ausência de evidências empíricas. O objetivo deste trabalho é discutir os problemas e impasses do materialismo como explicação para a relação mente-cérebro, a partir da análise de alguns exemplos históricos e da literatura contemporânea.  

 

Professor associado do Departamento de Psicologia da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e da University of West Georgia (USA); Diretor do NUHFIP (Núcleo de História e Filosofia da Psicologia Wilhelm Wundt) da UFJF.  Currículo completo .

  

18h – 19h Sessão de pôster  

 

19h30  Abertura e entrega dos prêmios  

 

20h – 21h Conferência

 

"Genes, Determinismo e Deus"

 

Os dias velhos e ruins do determinismo genético duro estão felizmente para trás. Mas há uma nova forma mais sutil de determinismo genético que tende a ser absorvida de forma impensada em nosso ambiente cultural, um processo que desafia a validade da liberdade humana. A mídia ainda insiste em relatar a descoberta de um gene "para" um determinado traço humano, seja para agressão, vício, orientação sexual ou religiosidade. "Está no DNA de x" entrou em nosso discurso diário para se referir a algo que é supostamente imutável em uma organização ou empreedimento social. Permanece uma suposição de que a identidade humana reflete duas forças muitas vezes conflitantes, as fornecidas pela natureza/educação, ou genes/meio ambiente. Esta conferência questiona todos esses pressupostos, destacando as últimas pesquisas sobre biologia molecular e biologia do desenvolvimento humano. Um modelo baseado mais no interacionismo e na integração é apresentado em substituição a modelos que enfatizam abordagens dicotômicas. O âmbito, o valor e as limitações da genética comportamental humana são discutidos. Em geral, a ciência contemporânea aponta para uma visão menos fragmentada e mais integrada da pessoa humana. Isso promove um  dialogo mais natural da ciencia com a teologia através da ponte util proporcionada pela ideia ancestral de que a humanidade foi feita à imagem de Deus. Este poderoso quadro para a compreensão da identidade humana garante o valor de cada indivíduo, independentemente de sua dotação genética e destaca as responsabilidades e deveres morais colocados sobre a humanidade, levando a uma escolha genuína. Longe de sermos escravos de nossos genes, é a posse de nosso genoma humano particular que contribui tão poderosamente para o desenvolvimento humano que leva ao livre arbítrio genuíno.

 

Diretor emérito do Instituto Faraday para Ciência e Religião na Universidade de Cambridge (UK) Currículo completo.

  

21h – 21h30 Perguntas

 

 

 

18/3/2017

 

9h – 11h Mesa

 

A natureza das experiências espirituais

 

Professor adjunto da Faculdade de Filosofia da Universidade Federal de Juiz de Fora, d outor em   Ciência da Religião nas universidades de Juiz de Fora e Martin-Luther Universität Halle (Alemanha).  Currículo completo .

 

 -  A genética da espiritualidade

A natureza humana é corporificada, incluindo a mente e as experiências espirituais, e isso implica que a biologia humana acarreta o desenvolvimento da mente e da espiritualidade como fenômenos emergentes. Isto, por sua vez, implica que variações nos recursos genéticos envolvidos no desenvolvimento humano também podem levar a variações entre os indivíduos em termos de suas capacidades e experiências espirituais. Embora não exista claramente um "gene de Deus", por outro lado há uma literatura considerável sugerindo que proporções variáveis da religiosidade ou espiritualidade são hereditárias. Neste contexto, é importante compreender o significado técnico de "herdável" no campo da genética. Nesta conferência irei analisar criticamente a literatura sobre tal herdabilidade e sugiro que é necessário um trabalho mais aprofundado antes que qualquer conclusão mais definitiva possa ser feita sobre possíveis ligações entre variação genética e variação na espiritualidade humana.

 

Diretor eméritodo Instituto Faraday para Ciência e Religião na Universidade de Cambridge (UK) Currículo completo.

 

- A corporeidade da experiência humana

 A exposição do prof. Dr. Warren Brown defenderá a corporeidade básica da natureza humana, incluindo a mente e as experiências espirituais. No entanto, também argumentará que tal corporeidade da natureza humana não responde ou resolve questões metafísicas a respeito da existência de Deus.

 

Professor de Psicologia no Fuller Theological Seminar (USA).  Currículo completo  

 

11h – 11h30 Intervalo  

 

11h30 Conferência

 

Neurociência, Psicologia e Religião: ilusões, delírios e realidades da natureza humana

Esta conferência revisará trabalhos sobre neurociência e neuropsicologia de experiências religiosas. Serão discutidos exemplos de pesquisas envolvendo experiências religiosas associadas a drogas psicoativas, epilepsia do lobo temporal e estimulação cerebral, bem como os resultados de estudos realizados com neuroimagem durante esses experimentos. As pesquisas serão discutidas em relação ao que estas efetivamente dizem, e o que elas não dizem, sobre a corporeidade de experiências religiosas.

 

Professor de Psicologia no Fuller Theological Seminar (USA).  Currículo completo

 

 

 12h30 Perguntas 

 

13h - 14h30 Almoço

 

13h30 – 14h30 Sessão de pôster

 

14h30 – 16h Apresentação dos trabalhos premiados do Concurso de Ensaios sobre o Problema Mente-Cérebro - Sênior

 

Actual Laws of Psychology and the M-B Problem (Gustavo Castañon)
La verdadera emergência y singularidad de la evolución humana (Rosendo Yunes)

 

16h15 - 18h15 Cursos

 

1) Relevância das experiências religiosas/espirituais e métodos de pesquisa para o problema mente-corpo (parte 2)

 

Este mini-curso abordará diretrizes para pesquisas empíricas sobre experiências religiosas/espirituais e sobre o problema mente-corpo (PMC). Inicialmente, será discutida a importância da investigação empírica rigorosa das experiências espirituais para o avanço da compreensão do PMC. Posteriormente, será feito um panorama do histórico de pesquisas já feitas no tema. Finalmente, serão discutidas as principais armadilhas e diretrizes metodológicas para a realização de pesquisas rigorosas e frutíferas na área.

 

Professor Associado de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora-UFJF, é fundador e diretor do  NUPES (Núcleo de Pesquisa em Espiritualidade e Saúde da UFJF) . Coordenador das  seções em espiritualidade e psiquiatria da Associação Mundial de Psiquiatria  e da Associação Brasileira de Psiquiatria.  Currículo completo . 

Professor adjunto do departamento de clínica médica da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora; doutorado em Neurologia/Neurociências pela Universidade Federal de São Paulo/Escola Paulista de Medicina.  Currículo completo . 

Pesquisadora visitante do Núcleo de Pesquisa em Espiritualidade e Saúde (NUPES) da Universidade Federal de Juiz de Fora (Pesquisador Jovem Talento - Programa Ciência sem Fronteiras - CAPES); doutorado em Neuroimagem Funcional pela RWTH Aachen University (Alemanha).  Currículo completo .

 

2) Questões filosóficas na pesquisa sobre o problema mente-corpo (parte 2)

 

O mini-curso terá como eixo central a discussão de aspectos filosóficos relacionados ao problema da irredutibilidade da experiência subjetiva e suas consequências para a compreensão da relação mente-cérebro. Serão discutidas algumas teorias filosóficas e neurocientíficas contemporâneas da subjetividade.

 

Professor associado do Departamento de Psicologia da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e da University of West Georgia (USA); Diretor do NUHFIP (Núcleo de História e Filosofia da Psicologia Wilhelm Wundt) da UFJF.  Currículo completo  

Professor adjunto da Faculdade de Filosofia da Universidade Federal de Juiz de Fora, doutor em Ciência da Religião nas universidades de Juiz de Fora e Martin-Luther Universität Halle (Alemanha).  Currículo completo.

 

SIMPÓSIO INTERNACIONAL - MENTE E CÉREBRO - 2016